O GLOBO - Informática Etc. - Carlos Alberto Teixeira
Artigo: 214 - Escrito em: 1995-04-25 - Publicado em: 1995-05-01


Internet Exposition


Um grupo de gigantões está tramando organizar uma fenomenal feira mundial no cyberspace para o ano que vem. Companhias como a MCI Communications Corp, Sun Microsystems Inc e Quantum Corp fazem parte do grupinho, pesadamente patrocinado também pelo governo dos EUA. A Internet 1996 World Exposition será projetada com o intuito de apresentar ao leigo as delícias da Internet. O fabuloso evento será conduzido eletrônica e simultaneamente em sistemas de computadores nos EUA, Japão, Grã-Bretanha, Holanda e Tailândia. Incluirá diversos pavilhões virtuais, tais como o "Reinventing Government Pavilion" que abrigará um banco de dados de todas as patentes e marcas registradas norte-americanas. O "Global Schoolhouse Pavilion" vai apresentar performances em video em tempo real, direto do Kennedy Center em Washington, juntamente com coloridíssimas cenas do Tokyo Aquarium.

Sensacional mesmo deverá ser o pavilhão "ToasterNet", que divulgará fantásticos trabalhos vencedores dos concursos de inventos de alta-tecnologia promovidos pela Softbank Corp, do Japão. A Quantum Corp estará doando o equivalente a 1 Terabyte de espaço em disco para o evento. (Apenas para situar a leitora, um Megabyte equivale a um milhão de bytes, um Gigabyte = um bilhão de bytes, um Terabyte = um trilhão. E, preparando-se para o futuro: um Petabyte = mil Terabytes, um Exabyte = um milhão de Terabytes. Estima-se que o Microsoft Windows 2005 venha a requerer 180 Exabytes em disco <grin>).

O Internet Multicasting Service, que está organizando o acontecimento, planeja estabelecer um link T3 de alta velocidade, conectando as máquinas envolvidas. Tal link permanecerá no ar após o evento, ficando como um recurso público. Nada mau, nada mau.


Quem quer travar contato com a realidade online dos EUA, vale a pena conhecer o livro "Explorando a Infovia" de Pamela Kane, editado pela Campus. Escrito em linguagem amena, sem os excessos de jargão que tanto dificultam a leitura pelo neófito, o livro dá uma boa geral nos serviços online norte-americanos America Online, Compuserve, Delphi, GEnie, MCI e Prodigy. Aborda também a Internet, fazendo um bom apanhado da grande rede. É diferente das outras publicações do gênero porque parece ser mais humano e menos técnico. Também introduz o leitor no mundo do FAX, joguinhos eletrônicos, superhighway, ciber-sexo, comércio eletrônico e apresenta estórias e experiências de gente comum que se aventurou na infovia. Ênfase especial ao último capítulo: "Direção Defensiva e Regras de Sobrevivência", que evitaria muitas dores de cabeça a alguns veteranos que dirigem feito loucos nessa estrada.


Você sabia que um pesquisador da Fundação Universidade de Rio Grande (FURG) descobriu uma substância química nas folhas da "Eugenia Florida", planta da família da goiabeira nativa da America do Sul, que se revelou em testes de laboratório cerca de 60 mil vezes mais potente que o AZT, tradicional medicamento no combate ao vírus HIV causador da AIDS? Notícias como esta, recém-saídas do profícuo meio acadêmico brasileiro, estão disponíveis agora também na Web, através da C&T Radiobrás. Anote o URL deles: http://www.cr-df.rnp.br/hipertextos/hmail/ct/index.html. (URL = Universal Resource Locator: identificador padronizado que localiza qualquer recurso na Internet - seja uma homepage, um arquivo "FTPzável" ou um artigo de um newsgroup da Usenet). Brevemente será possível efetuar a inscrição na mailing list C&T Radiobrás também através da Web, através de um formulário eletrônico. A homepage ainda está em construção (e qual não está?), mas vale a pena a visita.


Outra homepage em fase experimental é a do Laboratório Médico de Pesquisas Avançadas (LAMPADA) da Faculdade de Ciências Médicas da UERJ. Anote o URL: http://www.lampada.uerj.br/.


Uma turma de BBSzeiros tomou uma iniciativa louvável e divertida. Resolveram editar um jornal mensal só para os frequentadores de BBS. Lançado em fevereiro passado, o "BBSING" capta o legítimo espírito do jovem usuário de BBS, inteligente e brincalhão. Projetado e coordenado pela dupla Felipe Frisch e Mario Rocha, o BBSING é patrocinado a cada edição por um BBS carioca, num rodízio entre os Sysops. A distribuição é gratuita. A equipe do BBSing está à cata de artistas, ilustradores, chargistas, desenhistas, ANSI-maníacos e quebra-galhos. Maiores informações e-mail jornal.bbsing%online@ax.apc.org.


[ Voltar ]