O GLOBO - Informática Etc. - Carlos Alberto Teixeira
Artigo: 234 - Escrito em: 1996-02-13 - Publicado em: 1996-02-19


Enferrujado


Como diria Jack, o estripador: "Vamos por partes". Não adianta sair feito doido querendo desentortar todos os parafusos de uma vez só. Tem que ser um de cada vez. Mas você já sabia disso, não é leitora? Só o c.a.t. é que não. Faz bem passar uns tempos pulando de trem em trem em terras geladas, vendo coisas estranhas, conhecendo gente comum e gente especial. É claro que, visitando essas universidades da Zoropa, a gente sempre esbarra num sitezinho Internet e acaba encontrando maravilhas no meio da costumeira mixórdia. E depois da volta à terrinha, vem a emoção de mergulhar prudentemente de volta nos dois mundos, o real e o virtual. Acumulam-se tantas coisas para contar, tantas experiências, que vem aquela coceira esquisita nos dedos.

Então, numa sexta-feira calorenta, vou visitar a redação para ver a moçada. E os dedos coçando. Encontro tudo em cima e o ritmo, como sempre, frenético. A Titia me chama num canto, oferece um pedaço de bolo, evoca uma frase de ouro proferida no início da tempestade e me faz o convite que eu tanto queria ouvir e que aceitei em menos de um nanossegundo. Portanto, chega de conversa mole e vamos tirar a ferrugem.


MUTIRÃO: Um grupo de voluntários está traduzindo o Unabomber's Manifesto para o português. No original, são 232 parágrafos, dos quais o pessoal já traduziu 110. Quem quiser ajudar na tradução pode bater um email para wa104@fim.uni-erlangen.de. Procuram também alguém que ofereça um site ftp-anônimo para disponibilizar a tradução pronta para os lusófonos do mundo. Se você tiver um local aconchegante para abrigar uns 250 quilos em ASCII puro, mande mensagem para o endereço acima. O texto original, sem os erros do OCR (Optical Character Recognition), está em http://www.pathfinder.com/pathfinder/features/unabomber/manifesto.html. Se não sabe nem quem é o tal do Unabomber, convem visitar o http://www.chimacum.wednet.edu/kyle/contents.htm. Mas antes de se meter em encrenca, vale uma espiadela em http://www.fbi.gov/unabomb.htm.


META-ÍNDICE: Nos tempos pré-Java, para não se perder na Internet, bastava anotar um bocado de endereços numa caderneta. A caderneta encheu e muitos de nós montamos pequenos databases para lembrar dos sites. Depois veio a Web e ficamos quase perdidos no meio dos agatetepês. A salvação foram as search engines, máquinas poderosas que engolem URLs e promovem buscas na teia mundial inteira. Agora, com esse monte de "searchies", ficamos em dúvida sobre qual delas usar. Quantas e quais existem? Qual a melhor?

O Centro Regional da RNP em Brasília preparou um belíssimo meta-índice que serve como plataforma de decolagem para quem quer sair varrendo a Web usando as melhores ferramentas de busca. Você encontra num lugar só links para as máquinas baseadas em listas: CUI World Wide Web Catalog, Global Network Academy Meta-Library e Aliweb. Há também pointers para máquinas baseadas em Spiders e em Gopher: WebCrawler, Yahoo, RBSE, NIKOS, JumpStation, NorthStar, WWW Worm, Lycos, The Whole Internet Catalog, Veronica, EINet Galaxy, Jughead e por aí vai. Só sinto falta de uma certa search engine fortíssima que valeria a pena incluir: http://www.altavista.digital.com (Alta Vista é um site da Digital Equipment Corporation, baseado em estupendas máquinas AlphaStation que varreram mais de 21 milhões de páginas Web e indexaram 10 bilhões de palavras nessas páginas.)

O meta-índice do Centro Regional da RNP em Brasília pode ser desfrutado em http://www.cr-df.rnp.br/hipertextos/cr-df/meta-index.html, mas recomenda-se cuidado, pois a possibilidade de empolgação é alta. Outro dia entrei para pesquisar as idéias do Raymond Bernard, com o string "hollow earth" e fiquei tão abestalhado com a quantidade de material, que demorou mais de duas horas para puxar a rede de arrastão.


CURSOS GRÁTIS: Espere, não saia ainda do Planalto Central. Aproveite para babar em cima dos cursos sobre Internet que você encontra de bandeja em ftp://ftp.cr-df.rnp.br/pub/netinfo/training/rnp/kit-bsb/. Caso não tenha problemas com inglês, então vale também jogar o anzol em http://www.nova.edu/Inter-Links/guides.html.


CARA-DE-PAU: Para manter o equilíbrio das coisas e você não ficar pensando que só tem coisa boa na Web, peço que se prepare para uma surpresa que poderá lhe engasgar. Tome um daqueles anti-ácidos efervescentes antes de mirar o seu browser para o site da empresa Interactive Equity Partners, em http://www.iep.com/biography.html. Aquele que enviar o comentário mais irado sobre este site para o endereço wa104 acima, ganhará um prêmio especial.


ZUMBAIAS: Antes de fechar por hoje, agradeço aos e-mails que o pessoal mandou ao fim das 233 semanas de amor. Obrigado especial aos amigos novos velhos Silva Costa e Eduardo Haddad e aos amigos velhos novos Lilian Duarte e Eduardo Vieira, que puseram o velame no lugar e os mastros em ordem. E deixo-os a meditar sobre a tagline da semana: "TOULOUSE LAUTREC é perder a trilha zero do hard disk".


[ Voltar ]