O GLOBO - Informática Etc. - Carlos Alberto Teixeira
Artigo: 459 - Escrito em: 2000-06-13 - Publicado em: 2000-06-19


Nada de errado com o Download.Com


Alarme falso acusa o site de oferecer arquivos contaminados

 Está rolando um novo boato na internet brasileira dando conta de que todos os arquivos do bem conceituado site <www.download.com> estariam contaminados por um tal CHIvirus. O alarme-falso é supostamente assinado pela Unicamp - Laboratório de Virologia - Instituto de Biologia. Naturalmente, como todo bom hoax, ao final do curto texto há um pedido para que o leitor avise a todos de sua lista sobre a contaminação. Se você receber esta mensagem, simplesmente desconsidere-a. Não há nada de errado com os ótimos arquivos da Download.com. E nem a Unicamp jamais emitiu tal comunicado. Aliás, se você procurar pela descrição do mencionado CHIvirus nos sites, por exemplo, da McAfee e Symantec, nada encontrará -- o bicho não existe. 

A difusão de hoaxes pela rede é um fenômeno mundial, mas cá na nossa terra a coisa tende a ser um pouco mais séria em virtude do ainda pequeno amadurecimento do internauta brasileiro. É preciso que a gente dê um toque em nossos amigos e conhecidos na rede no sentido de só repassarem um alarme quando tiverem certeza de que é pra valer. Se houver na mensagem um telefone para contato, dê uma ligadinha. Caso exista no texto algum link ou email para contato, mande uma mensagem pedindo maiores detalhes. E se não tiver nada disso, pelo menos responda a quem lhe enviou o alarme perguntando se a pessoa confirma a veracidade do aviso em primeira mão. 

E agora, a glória máxima. Como sei muito bem que a prezada leitora é uma criatura magnânima, capaz dos atos mais louváveis possíveis, se por acaso ficar provado por A + B que se trata de uma mensagem de teor falso, duas atitudes belíssimas poderá tomar. Para começar, considerando que estas mensagens geralmente são enviadas para mais de uma pessoa, você poderá avisar a todas elas que se trata de um hoax. Basta dar uma olhadela no cabeçalho da mensagem, nos headers "From" e "Cc". Num segundo passo, procure advertir as pessoas, empresas, instituições, sites e internautas mencionados ou envolvidos no falso alarme. No caso do hoax em pauta, uma alma caridosa teria o saco de enviar um emailzinho sucinto para a Download.com e para a Unicamp. Lembre-se das figuras do postmaster, do webmaster e do root. Postmaster é o carinha que gerencia o email de um site. Webmaster, nem preciso dizer. E root é a conta mais privilegiada de uma máquina Unix, cujos emails sempre são lidos pelo administrador do sistema. Quase qualquer site tem pelo menos um destes três personagens. Usando seu bom senso, vá chutando os nomes de domínios envolvidos, quando não os conhecer. Assim, você acabaria enviando um email de advertência para <postmaster@download.com>, <webmaster@download.com>, <root@download.com>, <postmaster@unicamp.br>, <webmaster@unicamp.br> e <root@unicamp.br>. Neste email, bastaria reproduzir com cut/paste (recortar/colar) o texto original do hoax. E pronto, você terá prestado um valioso serviço a seus amigos e à própria internet.


Deu na AP/Yahoo-News que um em cada seis japoneses, já usa a internet, ou seja, um total de 19,4 milhões de pessoas. Além disso, mais de 14% dos usuários nipônicos de celulares já os usam para se manter online. Estes totais se referem a fevereiro de 2000, representando 28,5% a mais do que em fevereiro de 1999. Espera-se que, ao final do corrente ano, o número de internautas japoneses chegue a 22,6 milhões.


Na segunda passada deixei um gancho, uma pergunta no ar: Você alguma vez já perdeu um guarda-chuva? Muita gente estranhou e respondeu via email: SIM! Na verdade, toda gente que conheço, pelo menos uma vez na vida, já perdeu um guarda-chuva. Agora, a questão seguinte: alguma vez você já ACHOU um guarda-chuva? Raríssimas são as pessoas que conhecemos que já encontraram um. Pois bem, apenas para manter a querida leitora devidamente informada sobre as doideiras que andam circulando pela internet, gostaria de apresentá-la a uma lenda urbana até já bem antiga mas que, como é típico, volta e meia reaparece com força total, como se fora novidade. Em alguns newsgroups da Rede especializados em boatos, histórias do arco da velha e mitos improváveis, espalha-se a notícia de que existe um mundo perdido, provavelmente subterrâneo, que seria a resposta às indagações acima e a duas outras que reproduzo em seguida. 

Por acaso a leitora já usou alguma caneta Bic até o final? Nunca, né? Elas se perdem antes que as usemos até a metade e raramente alguém as encontra. E agora a última pergunta que serve de fundamento para a lenda, que aqui reproduzo mesmo sob risco de ser politicamente incorreto. Já foi a um enterro de anão? Conheceu alguma vez um anão que tenha falecido? Eu pelo menos nunca soube de um.

A lenda do mundo perdido, portanto, contemplaria estas três situações. Segundo o mito, anões seriam imortais. Nesta civilização secreta e subterrânea viveriam todos os anões que teriam abandonado a face da Terra, por um ou outro motivo. Eles vestiriam jalecos brancos com grandes bolsos, onde estariam várias canetas Bic usadas pela metade, aquelas que sempre somem aqui no mundo normal. E, pendurados em seus braços, adivinhe. Isso mesmo! Vários guarda-chuvas.

(Obs: Após a publicação desta matéria, diversas leitoras lembraram de outros itens raramente vistos que também devem existir em abundância neste mundo perdido: cabeças de bacalhau, orelhas de freira e gêmeos negros.)


[ Voltar ]