O GLOBO - Informática Etc.
Carlos Alberto Teixeira - C@T

JOIO PRA LÁ, TRIGO PRA CÁ

Artigo: 488

Comemorando dez anos de intenso prazer

Publicado em:  2001-03-05
Escrito em:  2001-02-28

 

Impressionante como o tempo voa. Parece que foi ontem aquela reunião no Alto Leblon, em 1991, na casa do Jorge Vismara <axe@pelourinho.com>. A Cora estava formando uma equipe para tocar um caderno de informática aqui nO Globo. Daquele tempo, só restam no time: ela, Piropo e eu. Há também colaboradores que nos acompanham até hoje, como o honorável Júlio Botelho <jbotelho@unikey.com.br>, entre outros. No meio dos salgadinhos e do papo, Cora foi convidando as figuras para assumir determinados temas no caderno, com base nas vocações de cada um. Viciado freqüentador de BBS, topei sem pestanejar escrever uma coluna semanal com o nome BBS-Mania <www.oglobo.com.br/info/cat>. Compilei também por uns tempos a seção Forum, com as mensagens mais interessantes nos BBS durante a semana. Mais tarde o amigo Sérgio Gallo <sgallo@openlink.com.br> assumiu essa incumbência.

  A pouca prática que tinha de escrever obtive nos boards de mensagens dos BBS que então freqüentava. Assim, nas primeiras semanas, procurei sentir o espírito dos colegas. A leveza com que escreviam me impressionou e impressiona até hoje. Optei por seguir a mesma linha, que é justamente a graça do caderno -- quem o lê se torna cúmplice do texto que, por mais que possa abordar assuntos às vezes áridos, sempre exibe um lado humano, uma alma e um aconchego com o leitor. A idéia é desmistificar a tecnologia, provando que não é nenhum bicho de sete cabeças.

  Não trabalho fisicamente na redação, escrevo em casa e envio o material para o jornal. Nas sextas-feiras, dia de fechamento, às vezes participo da virada final, que muitas vezes vai madrugada adentro. Nessas ocasiões é sempre um prazer mandar pirão junto com a equipe, naquela encantadora agitação que é a redação de um grande jornal. As mentes funcionam como uma só e, atenta a tudo, Tia Cora vai dando a voga, seja com uma longa explanação, um rápido comentário, um sorriso ou às vezes com um simples trejeito de sobrancelha.

  No princípio mandava os textos para a redação via fax. Depois veio a era do modem, em conexões sempre problemáticas. Usava Kermit e Z-Modem, lutando contra as terríveis dificuldades técnicas que tínhamos então. Por razões de incompatibilidade, precisávamos fazer altas ginásticas para converter os textos e em diversas ocasiões precisei enviar remessas redundantes, via modem e via fax.

  Na faina de varrer o mundo dos BBS, fui travando contato com alguns BBSzeiros que sempre apareciam com material inédito e altamente interessante. Era o povo da BITNET, a precursora da internet no meio acadêmico. Eles falavam de coisas misteriosas como email e ftp-anônimo e logo me interessei em absorver as primeiras noções nesse campo que iria se tornar tão importante. Sentia em meu íntimo que estava presenciando o nascimento de algo realmente grandioso e que estava no lugar certo, na hora exata.

  Já com a cabeça rodando a mil, recebi de presente do meu grande amigo Américo Oliveira <americob@microsoft.com> um printout do livro de Brendan Kehoe - "Zen and the Art of the Internet". Quando terminei de lê-lo numa tarde de sábado, tomei consciência de que precisava mergulhar de cabeça naquele mundo fantástico. Américo me apresentou um camarada que depois veio a se tornar também um grande amigo, Peter Hohl <ph@weavers.com.br>, então responsável pela internet na PUC-RJ. Foi então que chegou o dia para mim histórico, 20 de setembro de 1992, num almoço no restaurante Bismarque em Botafogo, em que nós três devoramos suculentos "Filés à Avenida". Peter me deu de presente minha primeira conta na internet e, em troca, passei a colaborar com o ICAD/TeCGraf da PUC-RJ como consultor de AutoCAD, minha especialidade na época. Virávamos noites e noites nas estações Sun da PUC-RJ, estudando UNIX, fuxicando Archie, fazendo FTP's monstruosos e navegando compulsivamente e sem destino, muito antes de existir esse luxo que é a web. Daquele momento em diante, entrei nesse ritmo de esponjar informações e estou até agora nessa.

  As novidades não paravam de chegar e eu precisava escrever para "a leitora" tudo sobre aquelas coisas fabulosas que estavam surgindo. Com isso, em pouco tempo a coluna BBS-Mania, que foi a primeira no país a tratar de internet, foi abandonando o tema original e se dedicando cada vez mais à grande rede. Foi nessa época que caiu sobre nós a terrível maldição do sinal de arroba. Quando comecei a publicar na coluna endereços de email, percebemos que o arroba saia impresso como um quadradinho na versão final. Foi um Deus-nos-acuda conviver com essa fase negra mas, por sorte, a turma de sistemas acabou encontrando uma solução. Em dezembro de 1994, Cora sugeriu que a coluna assumisse escancaradamente sua abordagem internáutica/tecnológica e propôs que passasse a se chamar "C@T". Bateu valeu: no dia 12 daquele mês, foi publicada pela primeira vez com o novo nome.

 A febre internet foi se agravando e logo todo mundo começou a escrever sobre a rede, o que acabou me dando mais liberdade para explorar o lado menos óbvio e pouco usual desse mundo espetacular em que navegamos digitalmente. A grande dificuldade nesse afã de levar até você informação que realmente seja interessante e útil, ou por vezes divertida e curiosa, é encontrar algo que preste no meio das toneladas de material que recebo diariamente. Nesse mister é de fundamental importância a participação de quem acompanha a coluna, enviando dicas, sites e idéias. Portanto, nessa remessa semanal histórica de número 488, agradeço de coração o seu carinho, a sua leitura e o seu feedback. No final das contas é uma trabalheira medonha, mas que a cada semana me proporciona esse prazer imenso que é o de apurar as informações, re-checá-las, elaborar o texto, reler e retocar até dez vezes o produto final, fechando mais uma coluna C@T e podendo quase sempre dizer pra mim mesmo: "Puxa, ficou legal. Acho que a leitora vai gostar".

[ Voltar para o índice de artigos de 2001 ]

[ O Globo | Informática Etc. | coluna mais recente | enviar email
página pessoal C@T
| assinar lista InfoEtc | assinar GoldenList do C@T ]


powered by FreeFind