HostNet -- nesse provedor eu confio.

O GLOBO - Informática Etc.
Carlos Alberto Teixeira

Globo Online, onde você fica sabendo das coisas.

Artigo: 602 / Publicação: 2004-09-13

ÁLIBIS DIGITAIS

A leitora quer tomar aquele chopinho de noite com as amigas mas seu namorado é ciumento e vai se zangar com a idéia. Que fazer? Use o celular, ora bolas. Bem, não ainda aqui no Brasil, mas lá fora estão fazendo o maior sucesso os chamados "clubes de álibis e de desculpas". A idéia é brilhante e não vai demorar muito para aparecerem agremiações semelhantes aqui na terrinha. O funcionamento é simples: basta enviar uma mensagem de texto SMS via celular pedindo ajuda para o clube. Ela é repassada às centenas ou milhares de outros integrantes, que lerão seu apelo. Os motivos geralmente envolvem alguma necessidade de mentir ou enganar alguém, seja para matar o trabalho, desmarcar um encontro ou dar uma escapadela da vigilância do marido ou namorado. O auxílio costuma vir quase instantaneamente. Um dos outros sócios do clube aceita ajudar a alma aflita e concorda em dar um telefonema para a parte a ser enganada, contando alguma lorota ou fingindo ser outro alguém, de modo a acobertar as reais intenções ou atividades escusas do mentiroso que pediu socorro. Você leitora, por exemplo, marcou encontro com um rapaz e depois se arrependeu. Então manda uma mensagem de texto ou um email curtinho para o clube de álibis dizendo que precisa de alguém para ligar para ele contando uma mentirinha. Alguém do clube resolve ajudá-la e liga de volta para você, mesmo sem nunca tê-la conhecido. Vocês combinam o enredo e em poucos minutos o rapaz recebe uma ligação de um estranho fingindo, por exemplo, ser o seu chefe informando que você precisará fazer hora-extra no serviço e que terá que faltar ao encontro.

As possibilidades, obviamente, são quase ilimitadas. Apesar de absolutamente reprovável do ponto de vista ético, este novo uso do celular apenas reproduz algo que já existe e sempre existiu nas relações sociais, só que de maneiras tecnologicamente menos avançadas. Os dois ingredientes que propiciam o funcionamento de clubes assim são a solidariedade que une os mentirosos e o anonimato que a rede proporciona. Além disso, em casos assim, é muito mais fácil contar com a ajuda de um completo estranho do que convencer um amigo ou amiga a se meter num lance escabroso. O estranho, cumprida a missão, pode desaparecer para sempre na poeira. Já o amigo poderá um dia se esquecer de detalhes, ser pego na mentira ou mesmo mudar de lado, pondo tudo a perder.

O único risco que existe para estas hordas de contadores de mentiras é se uma legião de gente dita "do bem" resolver se infiltrar nos clubes e deliberadamente desmascarar as farsas. É pouco provável que aconteça, mas a possibilidade existe.

Clubes de álibis estão se espalhando pelos Estados Unidos, Europa e Ásia. Eles se formam através de sites especializados como o já famoso SMS.ac. É neste site que reside o mais numeroso desses clubes, chamado "The Alibi and Excuse Club", nos EUA, com 6903 participantes. Outros clubes no mesmo site, ainda incipientes, já existem na Inglaterra, Paquistão e Índia. Segundo Michael Pousti, CEO da SMS.ac, a febre dos smsClubs está superando todas as expectativas, com grupos já reunindo cerca de 18.000 pessoas, como é o caso do Vanilla Ice, na Romênia.

Outra jogada também muito em voga para enganar seu interlocutor de celular é fazer download de sons ambientais que disfarcem sua localização. Uma sirene, um barulho de serra elétrica, ruído de engarrafamento de tráfego, broca de dentista, sons de vozes ou choro de neném, vale tudo. Sites como o Soundster oferecem ampla variedade de fundos sonoros fictícios para completar o ambiente duma desculpa bem elaborada.


O Museu do Computador está no sufoco e precisa de ajuda urgente. Se não conseguirem levantar 40 mil pratas até novembro, vão ser despejados. José Carlos Valle, curador do museu, está louco atrás de parcerias, patrocínios e qualquer auxílio que salve a situação. Visite a página do museu e conheça sua importância histórica. Todo este belo trabalho não pode ir por água abaixo. Se você ou sua empresa tiver interesse em dar uma força, entre em contato o quanto antes com o Valle no email [josecvalle@uol.com.br].


Se quiser dar boas risadas, visite a seção de vídeos do site El Rellano, com destaque para "DISCURSO BUSH", "GOLAZO", "HABIA UNA VEZ" e "EL MONO BORRACHO".

[ Voltar para índice 2004 ]

[ O Globo | Informática Etc. | coluna mais recente | enviar email
página pessoal C@T
| assinar lista InfoEtc | assinar GoldenList do C@T ]


powered by FreeFind